“DUO DESSOLES – MAROCHI” – Sax & Piano

Em Julho apresentaremos o recital de sax e piano do “Duo Dessoles-Marochi“, com os músicos Kleber Dessoles e Mario Marochi.

O Duo Dessoles-Marochi se formou com o intuito de pesquisar, desenvolver e divulgar repertório de música de concerto, escrito para sax e piano, além de transcrições e adaptações. Outra proposta do duo é difundir o trabalho de performance dos dois músicos envolvidos, Dessoles e Marochi, estreitando as relações entre a produção artística e acadêmica com o público em geral.

Conhecendo o Duo

Kleber Dessoles Marques iniciou suas experiências musicais aos 11 anos de idade, em Serra Negra do Norte-RN, sua cidade natal. É professor de Saxofone e Clarineta da Escola Técnica de Artes (ETA-UFAL), com mestrado em Música (performance), bacharelado em Música (saxofone) e técnico em Música (saxofone), todos pela Escola de Música da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (EMUFRN).

Mario Marochi, pianista paranaense radicado em Maceió desde 2010, é professor da Universidade Federal de Alagoas (UFAL) e, atualmente, exerce intensa atividade pedagógica, tanto no ensino quanto na performance. Foi premiado com o 1º lugar no Concurso de Piano Rosa Mística (1997), em Curitiba-PR. Um dos pontos principais do seu trabalho é a criação de uma escola de piano no Estado de Alagoas e também a divulgação do repertório pianístico em Maceió, não só para piano solo, mas também para música de câmara e orquestral.

Recital Alexandre Azevedo – “Violão Brasileiro – Violão e cultura nacional”

Recital "Violão brasileiro" - Alexandre Azevedo

O recital “Violão Brasileiro – Violão e cultura nacional“, do violonista Alexandre Azevedo busca traçar um panorama histórico da presença do violão na cultura musical brasileira, mostrando como  o instrumento transitou entre diversos meios sociais. Um instrumento que inicia sua vida no país como símbolo da “vadiagem” e que passa mais tarde a ser um símbolo portador da identidade nacional. No Brasil, como em tantos outros lugares, o violão esteve presente dos fundos de quintais e esquinas às salas de concerto, inspirando e legando-nos um rico repertório de obras carregadas de ritmos, harmonias, melodias e sentimentos que traduzem para uma linguagem sem palavras o que é ser brasileiro.

Alexandre Azevedo é violonista com graduação em música e mestrado em etnomusicologia pela Universidade Federal da Bahia e há mais de dez anos desenvolve trabalho de pesquisa e performance em música, atuando como professor, solista e em conjuntos musicais diversos, sempre prezando pelo trabalho de apresentar não só a música, mas o contexto cultural em que ela surgiu.

RENANTIQUE – ¡TOCANDO, CANTANDO Y BAYLANDO!

Renantique - ¡TOCANDO, CANTANDO Y BAYLANDO!

Em Dezembro teremos o espetáculo de encerramento da temporada 2023 com a apresentação do grupo musical RENANTIQUE. O espetáculo “¡TOCANDO, CANTANDO Y BAYLANDO!” traz uma primorosa seleção de canções e danças dos índios, africanos e europeus na América Espanhola, tendo sido preparado especialmente para a comemoração dos 27 anos do grupo.

RENANTIQUE

Criado há 27 anos, sob a direção artística do prof. Emmanuel Vasconcellos Serra, o grupo tem como objetivo a pesquisa e a prática da música da Idade Média e da Renascença da Europa Ocidental com a abordagem da performance instruída historicamente. Nos últimos anos, o grupo vem montando repertórios do Brasil colonial e imperial e também da América colonial espanhola. Durante esses anos, o grupo vem difundindo um amplo repertório da Idade Média e da Renascença, como: canções dos Troubadours e Trouvères; cantigas de Santa Maria do rei Alfonso X, Cantigas de Amigo; danças medievais & renascentistas; música das cortes de Henrique VIII e Elizabeth I; canções de cena do teatro de Shakespeare, música ibérica dos séculos XVI-XVII e canções sefarditas.

Fazem parte do grupo os músicos Emmanuel Vasconcellos Serra, Ian Vieira Rocha, Yasmyn Bonifacio, Dian Lucas Piedade Araújo & Alexandre Santos de Azevedo.